Menu

FIPT: Assembleia delibera reivindicações para a campanha salarial

A campanha salarial 2018/19 da FIPT teve início na tarde de segunda-feira, dia 26, com a aprovação da pauta de reivindicações. O documento contempla as demandas dos funcionários para este ano e servirá como referência durante todo o processo negocial.

Entre as principais reinvindicações deliberadas, estão:

  • • Reajuste salarial conforme o IPCA-IBGE + 3% de aumento real;
  • • Cesta básica no valor de R$ 500,00 para todos os funcionários;
  • • Horas extras de 75% de segunda a sábado e de 150% nos domingos e feriados;
  • • Auxílio Refeição de R$ 33,00 ao dia creditado em cartão específico, com desconto de 0,7% em folha;
  • • Redução do desconto do auxílio transporte para 1,5%;
  • • Plano de saúde sem participação para os dependentes;
  • • Creche para mulheres e homens até o ingresso no 1º ano do ensino fundamental;
  • • Auxílio creche para mulheres e homens até os 7 anos de idade;
  • • Divisão das férias em três períodos.

A íntegra da pauta estará disponível para consulta assim que o protocolo da mesma for realizado junto à empresa.

Sustentabilidade sindical

Atendendo a nova legislação trabalhista, as empresas não mais poderão descontar um dia de salário dos trabalhadores, a título de imposto sindical. A reforma instituiu a figura da contribuição sindical, que deverá ser aprovada, de forma expressa, pelos trabalhadores em sua instância máxima de deliberação, a assembleia.

“Art. 579. O desconto da contribuição sindical está condicionado à autorização prévia e expressa dos que participem de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do sindicato representativo da mesma categoria”.

O SINTPq, fiel aos seus princípios, tem tratado do tema conjuntamente com os trabalhadores e apreciado nas suas assembleias a importância da manutenção da sustentabilidade financeira do sindicato.

Na segunda-feira, após a aprovação da pauta de reivindicações, a sustentabilidade financeira do Sindicato entrou em discussão, assim como praticado na assembleia do IPT, realizada horas antes. Os funcionários aprovaram a proposta apresentada pelo SINTPq, que contempla o desconto de 3,3% (correspondente a manutenção de um dia de salário) em favor do SINTPq, divididos em seis parcelas iguais de 0,55%, descontadas a partir da assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) deste ano.

A proposta do sindicato aprovada também prevê que os empregados que não concordam com a sustentabilidade financeira poderão fazer a recusa individual do pagamento mediante apresentação de carta de oposição ao desconto. A entrega deverá ser feita na sede do SINTPq, no prazo de 20 dias após a aprovação do ACT. Funcionários em férias durante esse período terão 20 dias após o retorno a suas atividades para apresentar a recusa.

Profissionais sindicalizados, que já contribuem financeiramente todos os meses, são isentos de qualquer outra forma de contribuição e não precisarão entregar carta de recusa.

O SINTPq representa os profissionais da FIPT há anos, buscando sempre a manutenção e ampliação das conquistas. Por isso, a direção do sindicato acredita no reconhecimento dos funcionários e na adesão da grande maioria à contribuição para sustentabilidade. Somente dessa forma será possível manter o trabalho e atuação do SINTPq na luta em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras.

voltar ao topo