Menu

CTC propõe mudanças no ACT e gera impasse na negociação

Durante as últimas tratativas entre SINTPq e CTC, a direção do Centro manteve sua proposta inicial, concedendo apenas algumas “migalhas” para seus profissionais. Com elas, seria garantido um bônus de apenas R$ 200,00 para salários até R$ 3.000,00.

A empresa segue negando um reajuste salarial superior ao pífio percentual de 1,83%, além de reivindicações como a cesta básica, licença maternidade de 180 dias e redução da jornada de trabalho.

O maior problema, entretanto, não diz respeito às condições oferecidas. Ao apresentar sua nova contraproposta, os representantes do Centro propuseram uma série de mudanças em diferentes cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho, visando, segundo eles, adequar o ACT às mudanças da “reforma” trabalhista.

O SINTPq submeteu essas alterações para avaliação de seu departamento jurídico. O próximo passo será uma reunião entre os advogados de ambas as partes para esclarecer e solucionar todos os impasses. O jurídico do Sindicato já disponibilizou duas datas para esse encontro, a próxima quarta ou quinta-feira, aguardando apenas a resposta do CTC.

A direção do SINTPq convocará nova assembleia quando tiver a garantia de que os trabalhadores não serão prejudicados por eventuais mudanças no ACT. A expectativa é que isso seja possível após a reunião acima mencionada.

voltar ao topo