Menu

Sindicato e Amazul debatem situação do plano médico

O SINTPq esteve ontem, dia 26, na sede da Amazul em São Paulo para debater a situação do PAMSE com a direção da empresa. Representando o sindicato, participaram da reunião os diretores Alex Zok, Cleber Cordovil, Vanessa Cirilo, Rafael Barreto, Régis Norberto, Márcio Martins e José Paulo Porsani. Do lado da Amazul, compareceram o vice-almirante Luís Antônio Rodrigues Hecht, o comandante Marco Antônio Pádua e a advogada Cristina Olmos.

Durante as tratativas, o SINTPq propôs que não houvesse reajuste enquanto a situação do plano não fosse resolvida definitivamente. Também foi feito o alerta de que, caso outro aumento fosse praticado, ocorreria uma debandada do PAMSE, o que inviabilizaria o mesmo. Em contrapartida, a direção da Amazul alega que, sem um novo reajuste, o benefício se tornaria insustentável.

Outro ponto sugerido pelo sindicato foi a participação da empresa na gestão do PAMSE. Junto a isso, um trabalhador ou trabalhadora seria eleito como representante, podendo acompanhar as discussões e propor alternativas.

A direção da Amazul afirmou que tem o prazo de quatro anos para encontrar uma solução definitiva. Em relação a uma eventual autogestão da assistência médica, a empresa menciona uma portaria do Governo Federal, que recomenda o número mínimo de 20 mil vidas para a manutenção dessa modalidade.

Ao término da conversa, o SINTPq reforçou a necessidade do envio de dados referentes ao PAMSE, solicitados pelo sindicato via ofício no dia 12 de setembro, sendo eles:

  • • Apresentação feita aos trabalhadores da AMAZUL pela Sra. Kelly da Emgepron;
  • • Estudos sobre a comparação com outros planos de saúde;
  • • Dados referentes aos trabalhadores da AMAZUL e seus dependentes no PAMSE, por faixa etária e percentual de contribuição;
  • • Informações sobre a auditoria externa realizada pelo PAMSE;
  • • Estudos atuariais que embasaram a proposta de reajuste;
  • • Regulamento atual do plano e as últimas alterações.

Para a próxima reunião, será convidado um administrador do plano. O objetivo é aprofundar o debate e, dessa forma, definir saídas viáveis. Todas as alternativas levantadas serão apresentadas aos funcionários pelo sindicato. Contribua enviando sua opinião para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Posse da nova diretoria reúne autoridades e parceiros do SINTPq

A diretoria do SINTPq iniciou um novo ciclo na noite de sexta-feira, dia 21. A cerimônia de posse teve início às 20h, no auditório do sindicato, e reuniu autoridades, como o deputado estadual Carlos Neder e o deputado federal Carlos Zarattini, o vereador Pedro Tourinho, representantes de outras entidades sindicais, do Dieese e de empresas da base. A direção da Amazul também prestigiou o evento, enviando como representante o Sr. Gervásio Rodrigues.

Durante a celebração, os novos diretores da Amazul, Alex Zok, Cleber Cordovil, Vanessa Cirilo e Rafael Barreto, conversaram novamente com o deputado Zarattini sobre a atual conjuntura da empresa. O parlamentar, que defendeu a greve de março em discurso no plenário da Câmara e articulou reuniões do sindicato com os ministérios da Defesa e do Planejamento, segue acompanhando os desdobramentos da campanha salarial deste ano.

voltar ao topo