Menu

Sindicato segue cobrando respostas da Amazul

Nas últimas semanas, o SINTPq tem cobrado, formalmente e também por telefone, um retorno da Amazul a respeito da campanha salarial 2019 e da situação do PAMSE. Apesar da empresa afirmar que pretende discutir o plano médico, o fato é que nenhuma reunião acontece desde 17 de outubro.

Caso o reajuste do PAMSE seja aplicado, como divulgado pela empresa, o sindicato tomará medidas jurídicas para defender seus associados. Além disso, o SINTPq já alertou a Amazul que o aumento dos custos fará muitos profissionais desistirem do benefício, provocando um esvaziamento do plano.

Dissídio

A Amazul está questionando o valor do reajuste determinado pelo TST na última semana. Em sua decisão, o desembargador responsável define o reajuste de 2,93%, que seria equivalente ao INPC do período. Entretanto, o referido índice foi, na verdade, correspondente a 2,08%.

Independentemente do índice praticado, a Amazul terá que realizar o pagamento. A própria empresa deixou isso claro em seu comunicado. Também é importante lembrar que o reajuste será retroativo a janeiro deste ano.

 

voltar ao topo