Menu

Endividados atingem maior marca em 4 anos

O cartão de crédito é a principal causa de endividamento, chegando a marca de 77,6%. O cartão de crédito é a principal causa de endividamento, chegando a marca de 77,6%.

Número de famílias endividadas atinge o patamar mais expressivo desde 2015

Segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgado nesta terça-feira (7), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a taxa de famílias endividadas no país registrou 62,7%, no mês de abril deste ano. Este é o quarto mês consecutivo que a taxa de endividamento ultrapassa a marca dos 60%. O índice de famílias que declaram não ter condições de pagar suas contas subiu para 9,5% no mês.

Em entrevista para o portal Brasil de Fato, a doutora em Desenvolvimento Econômico na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Juliane Furno, afirmou que a inadimplência é maior entre as famílias de baixa renda, que sofrem dia a dia o peso social das dívidas. “As pessoas que estão com o nome sujo, endividadas, isso tem um peso social importante, porque não se sabe como vai comer no próximo dia, se vai conseguir continuar morando em algum lugar ou vai ter que morar na rua, mas também tem uma dimensão econômica importante”, comenta.

O endividamento de famílias diminui a estimativa de crescimento econômico do Brasil, uma vez que o consumo dessas famílias é o principal motor do Produto Interno Bruto (PIB). O consumo familiar tem um peso de 64% no cálculo do PIB brasileiro, conforme dados do IBGE.

O desemprego é o principal responsável pelo aumento de devedores, somente no estado de São Paulo 3,7 milhões de pessoas estão desempregadas.

Juliane destaca que a ausência de ocupações e os crescentes empregos precários e informais colaboram para o aumento de pessoas endividadas. Com a recessão econômica e os reflexos da reforma trabalhista, o quadro deve piorar, alerta a doutoranda.

voltar ao topo