Menu

Amazul responde conciliação e assembleias são marcadas

A direção da Amazul apresentou sua resposta à proposta de conciliação redigida pela desembargadora responsável. A sugestão de reajuste salarial, de 2,5% retroativos a janeiro, foi o único item que obteve concordância do SEST. Dessa forma, a empresa segue negando a correção dos benefícios e o abono dos dias parados sem necessidade de compensação.

Confira a resposta da Amazul

Seguindo o processo conciliatório, o SINTPq levará a proposta da empresa para avaliação dos trabalhadores em assembleia. Os encontros ocorrerão no CTMSP e no CEA nos dias 10 e 11 de julho, às 9h e 8h, respectivamente. Devido aos prazos e normas existentes para a reserva dos auditórios, as assembleias serão realizadas nas portarias principais das duas unidades.

Em relação à proposta da empresa, o SINTPq se manifesta veementemente contrário às condições apresentadas. A sugestão de conciliação judicial já deixava muito a desejar, uma vez que sequer corrigia a inflação, e mesmo assim a Amazul e o SEST se negaram a cumpri-la integralmente.

Por respeito aos trabalhadores que lutaram na greve, deixando claro a cada assembleia que não aceitariam índices menores que a inflação, o sindicato defende a rejeição da proposta e a continuidade do Dissídio Coletivo.

Ao longo de 29 anos de história, o SINTPq jamais defendeu reajustes menores que a inflação, pois eles reduzem o poder de compra dos profissionais e de suas famílias. Portanto, não será desta vez que o sindicato defenderá uma proposta que impõe perdas salariais e 0% de reajuste nos benefícios.

VAMOS JUNTOS DIZER NÃO AO DESRESPEITO E SEGUIR COM A LUTA
ASSEMBLEIA CTMSP: 10/07 ÀS 9H | NA PORTARIA PRINCIPAL
ASSEMBLEIA CEA: 11/07 ÀS 8H | NA PORTARIA PRINCIPAL

ASSEMBLEIA DOS TRABALHADORES DA AMAZUL NOS MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO E IPERÓ 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (Diretas e Indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região - SINTPq, convoca todos os trabalhadores da AMAZUL – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. lotados nos municípios de São Paulo e Iperó para que compareçam nas assembleias gerais extraordinárias que serão realizadas no próximo dia 10 de julho de 2019 em frente ao Centro Tecnológico da Marinha CTMSP – Avenida Professor Lineu Prestes, 2468 – Butantã – São Paulo/SP (para os trabalhadores lotados em São Paulo), às 09h00 em primeira convocação e não havendo quórum às 09h30 em segunda convocação e no próximo dia 11 de julho de 2019 e em frente aos portões do Centro Experimental de Aramar CEA – Estrada Vicinal Sorocaba-Iperó S/N Km 12,5 (para os trabalhadores lotados em Iperó), às 08h00 em primeira convocação e não havendo quórum às 08h30 em segunda convocação, ambas com qualquer número de pessoas presentes para DELIBERAR sobre a seguinte pauta: 1) Deliberação, discussão e aprovação da proposta de conciliação do TRT-SP e 2) Outros assuntos.

Campinas, 26 de junho de 2019 

José Paulo Porsani – Presidente SINTPq

 

voltar ao topo