Menu

Acompanhe as novidades das campanhas salariais 2019

Confira os recentes desdobramentos das campanhas salariais do SINTPq:

FIPT. Em assembleia no dia 25 de junho, os funcionários encerraram a campanha salarial 2019/20. A contraproposta aprovada garante as cláusulas do acordo coletivo anterior e a recomposição nos benefícios pelo IPC-FIPE (4,77%). Em relação aos salários, foram estabelecidos reajustes escalonados entre 4,77% e 9,77%, com até 5% de aumento real. Confira abaixo a divisão.

  • • Salários até R$ 2.000,00 = IPC-FIPE + 5% (Total: 9,77%)
  • • Salários entre R$ 2.000,01 e R$ 3.000,00 = IPC-FIPE + 4% (Total: 8,77%)
  • • Salários entre R$ 3.000,01 e R$ 4.000,00 = IPC-FIPE + 3% (Total: 7,77%)
  • • Salários entre R$ 4.000,01 e R$ 5.000,00 = IPC-FIPE + 2% (Total: 6,77%)
  • • Salários entre R$ 5.000,01 e R$ 6.000,00 = IPC-FIPE + 1% (Total: 5,77%)
  • • Salários acima de R$ 6.000,00 = IPC-FIPE

Amazul. A campanha salarial caminhou para Dissídio Coletivo após a empresa oferecer apenas 1,2% de reajuste salarial e os trabalhadores realizarem greve. Depois de audiência de conciliação, a Amazul ofereceu 2,5% de reajuste. Nos dias 10 e 11 de julho, os funcionários das duas unidades avaliarão a proposta em assembleia. 

Fundepag. Durante assembleia realizada no dia 27 de junho, em Campinas, sindicato e trabalhadores debateram as reivindicações para a campanha salarial. Uma lista de demandas foi definida e outra assembleia será realizada com os profissionais que atuam em São Paulo. O objetivo é acrescentar as reivindicações desses profissionais, a fim de construir uma pauta plural e representativa.

SIDI. A empresa paga no mês de março, por liberalidade, um bônus aos funcionários. Como esse valor não representa PLR (Participação nos Lucros e Resultados), configura-se natureza salarial. Portanto, os devidos encargos e seus reflexos devem ser recolhidos pelo SIDI, o que não ocorreu. Na segunda-feira, dia 24, SINTPq e SIDI realizaram reunião para discutir o pagamento das diferenças referentes ao bônus. A empresa informou que seu conselho administrativo concordou com o pagamento integral, com retroatividade de cinco anos.

Von Braun, Eurofins e FEALQ. No dia 2 de julho, assembleias no Von Braun e na Eurofins, às 11h e 14h, respectivamente, darão continuidade à discussão das reivindicações deste ano e do protocolo de representatividade. Na quarta-feira, dia 3, será a vez da FEALQ realizar esse debate em assembleia na sede da fundação, em Piracicaba.

voltar ao topo