Menu

Eleição Sistel: Planos do CPQD são atacados por chapa concorrente; vamos responder nas urnas!

Muitas vezes, as eleições da Sistel passam despercebidas por uma parte dos profissionais do CPQD. Entretanto, essa corrida eleitoral é levada muito a sério entre os participantes dos planos de previdência acolhidos pela Sistel, que contemplam trabalhadores do CPQD e de outras instituições ligadas à antiga Telebrás.

A Federação Nacional das Associações de Aposentados do Setor de Telecomunicações (FENASTEL), por exemplo, lançou uma chapa e está apelando para discursos rasteiros contra os beneficiários oriundos do CPQD. Segundo eles, os integrantes dos planos InovaPrev, CPqDPrev e PBS-CPqD são privilegiados por terem um valor médio de benefícios superior ao dos demais planos da Sistel, como se isso fosse fruto de alguma injustiça ou atitude dos trabalhadores do CPQD.

A chapa formada por ex-funcionários do CPQD e integrantes da APOS (Associação dos Aposentados da Fundação CPqD), que conta com o apoio do SINTPq, critica a pouca atenção dada pela FENASTEL aos planos do CPQD. Em resposta, a federação divulgou comunicado em que diz: “A pergunta que fazemos à presidente da APOS é: se os senhores do CPQD estão tão insatisfeitos com a Sistel, porque não fazem um fundo à parte, em Campinas, e nos deixe em paz?” 

A esta infeliz manifestação da FENASTEL a melhor resposta que cada funcionário do CPQD que integra os planos da Sistel poderia dar é simples e direta: participar das eleições elegendo seus colegas de empresa. 

Conheça a Chapa 12

Eduardo Bernal (titular)
Engenheiro com trajetória de 34 anos na Telebrás e CPQD. Foi diretor de inovação e de negócios no CPQD. Superintendente do Instituto Atlântico (CE). Vinculado à Sistel desde 1989 e diretor de seguridade da APOS.

Roberto Vivaldi (suplente)
Engenheiro com 31 anos de Telebrás e no CPQD, onde foi diretor de sistemas de operação. Vinculado à Sistel desde 1980 e atual vice-presidente da APOS.

Em breve, todos os beneficiários da Sistel terão recebido e-mail com orientações para votar. As eleições acontecerão entre 15 e 24 de março. A participação de todos é fundamental para que o Conselho Deliberativo da Sistel passe a contar com representantes dos trabalhadores e trabalhadoras do CPQD.

voltar ao topo