Menu

Ezute: Assembleia no dia 28 delibera pauta de reivindicações

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

Na quinta-feira, dia 28, sindicato e trabalhadores da Fundação Ezute se reúnem para definir a pauta de reivindicações deste ano. A reunião acontece a partir das 15h30, na sede da empresa. Serão discutidas as sugestões enviadas pelos funcionários via e-mail, além das apresentadas no momento pelos presentes.

Os itens da pauta de reivindicações deliberados nesse dia servirão como norte para todo o processo negocial. Portanto, a presença e participação de todos é fundamental.

Também será debatida a sustentabilidade financeira do SINTPq e possíveis contribuições dos trabalhadores. Com o fim da contribuição compulsória, alternativas precisam ser avaliadas e definidas.

Compareça e ajude a construir uma pauta compatível com as necessidades dos profissionais e a nova realidade do movimento sindical.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Pelo presente edital, o SINTPq – Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (Diretas e Indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região, convoca todos os trabalhadores da Fundação Ezute a participarem da Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada em 28 de junho de 2018, às 15h30, na sede da empresa, para deliberar a seguinte ordem do dia:1) Discussão, deliberação e aprovação da Pauta de Reivindicação referente à Campanha Salarial 2018/2019; 2) Campanha de Sindicalização e 3) Outros assuntos.

Fica estabelecido que não havendo quórum, a Assembleia será realizada, em segunda convocação 30 minutos após, com qualquer número de presentes.

Régis Norberto Carvalho
Presidente SINTPq

Leia mais ...

Assembleia no CTMSP esclarece dúvidas sobre o Dissídio de Greve

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

Na manhã de ontem, dia 19, o SINTPq conversou com os profissionais da Amazul em assembleia no CTMSP. Após o encontro, surgiram alguns questionamentos sobre um possível recesso da Secretaria de Dissídio Coletivo do TRT, responsável pelo julgamento do processo.

O jurídico do sindicato verificou que não haverá recesso na secretaria. As sessões normalmente acontecem semanalmente e são os desembargadores que decidem quais processos entrarão na pauta. No caso do dissídio da Amazul, o responsável por essa decisão será o Des. Rafael Pugliese, relator do processo.

Quando o julgamento do dissídio for posto em pauta, o tribunal intimará as partes por meio da imprensa oficial. Segundo o jurídico do SINTPq, normalmente a notificação ocorre com uma semana de antecedência. Portanto, haverá tempo hábil para que os funcionários se organizem para assistir o julgamento.

No dia 26 de junho, será a vez dos profissionais do CEA discutirem a campanha salarial. A assembleia acontece a partir das 9h, no auditório do Centro. Compareça e traga suas contribuições para o debate.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS