Menu

SINTPq convoca trabalhadores da base para Assembleia Geral Ordinária na próxima terça-feira (31)

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

O SINTPq – Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (diretas e indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região, por seu presidente ao fim assinado, convoca todos os trabalhadores de sua base de representação para Assembleia Geral Ordinária a realiza-se no próximo dia 31 de março de 2015, na sede do SINTPq, sito à avenida Esther M. Camargo, 61, em Campinas/SP, as 18:00 horas em primeira convocação e às 18h30 em segunda convocação, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia: prestação de contas do exercício financeiro 2014, conforme determinação estatutária – capítulo VI, artigo 21.

Campinas, 27 de março de 2015.
Regis Norberto Carvalho – Presidente SINTPq

Leia mais ...

Dilma assina MP que estende política do salário mínimo

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

A presidenta Dilma Rousseff assinou, na última terça-feira (24), Medida Provisória que mantém a atual política de valorização do salário mínimo até 2019. Durante a assinatura, Dilma exaltou a continuidade da política, iniciada no governo do ex-presidente Lula, e a solidez econômica do Brasil. "Até 2019, essa política, que representou um ganho real no salário dos trabalhadores, passa a ser uma realidade", afirmou a presidenta, que também lembrou a valorização de 70% do rendimento entre os anos de 2011 e 2015.

Em relação ao ajuste fiscal, a presidenta reforçou que, nos últimos anos, o Estado atuou fortemente para aplacar os efeitos da crise internacional. Como exemplo, ela citou o Programa de Sustentação do Investimento (PSi), a desoneração da folha de pagamento e o Plano Brasil Maior. "Nós buscamos de todas as formas impedir que o Brasil tivesse uma crise em profundidade", afirmou a presidenta. "Muitas pessoas acham que não valeu a pena, não foi suficiente e não ocorreu. É obvio que essas pessoas não olham o que teria acontecido se não tivéssemos feito a política de investimento, quanto as desonerações", complementou.

De acordo com Dilma, atualmente, o País passa por uma queda muito grande na arrecadação de tributos e, para resolver essa distorção, o governo federal tem utilizado medidas contracíclicas.

Mas, apesar das mudanças que precisam ser feitas, a presidenta afirmou que o Brasil está "passando por uma dificuldade conjuntural" e que tem uma economia sólida, sem fragilidade com relação à economia internacional e nenhum endividamento excessivo.

A presidenta também citou a influência das secas que assolam várias regiões do País. "Choveu bastante no Nordeste, temos nível de aumento nos reservatorios importantes, tudo isso volta a equilibrar o País novamente", afirmou.

Por fim, Dilma reafirmou a manutenção dos programas sociais e garantiu que sua gestão irá primar pela eficiência no gasto público. "Vamos manter todas as políticas sociais, manteremos o Minha Casa, Minha Vida, o Bolsa Familia", disse.

"Para fazer isso, eu quero reconhecer que o governo federal vai fazer profundos cortes no seu lastro, vai buscar [corrigir os focos de] ineficiência em todos os ministérios", complementou a presidenta.

Cálculo do reajuste do salário mínimo 

No Brasil, o cálculo para reajustar os valores do salário mínimo tem como base a Lei n° 12.382, de 25 de fevereiro de 2011. De acordo com o texto da lei, a cada ano, o aumento do salário mínimo corresponderá à variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

 

Fonte: Portal Brasil, com informações da EBC

Leia mais ...
Assinar este feed RSS