Menu

CPqD: Em votação apertada, trabalhadores encerram Campanha Salarial

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

Os trabalhadores do CPqD decidiram pela aprovação da contraproposta da empresa para a Campanha Salarial 2014/2015. A decisão foi votada em assembleia realizada na manhã da última quinta-feira, dia 11, no auditório do CPqD. O resultado da votação foi extremamente acirrado, sendo definido por 171 votos favoráveis à contraproposta contra 163 contrários e 03 abstenções.

O ACT aprovado garante um reajuste de 6,59%, referente ao IPCA, e um aumento real de 0,31% para salários até R$ 5.583,00. Remunerações com valores entre R$ 5.583,01 e R$ 11.656,00 terão apenas uma correção referente ao IPCA. Salários acima de R$ 11.656,00 receberão um aumento fixo no valor de R$ 785,44 e de R$ 537,00 para cargos designados. Todos os reajustes são retroativos a 1º de novembro.

“A votação apertada mostra o descontentamento dos funcionários com a proposta. Os percentuais são ruins e as cláusulas dos deslocamentos devem ser mais discutidas, para que ofereçam uma compensação financeira aos trabalhadores”, afirmou uma funcionária do CPqD após a assembleia.

O auxílio alimentação será reajustado também em 6,59%, de acordo com a inflação, passando para um montante de R$ 705,09. O valor do auxílio creche também será corrigido com base no índice inflacionário, sendo elevado para R$ 357,61.

O SINTPq defendeu a recusa da proposta por considerá-la muito distante do ideal, já que o reajuste escalonado - deixando de contemplar o IPCA para os maiores salários - representará redução nos custos do CPqD com a folha de pagamento. O montante final representará, portanto, um incremento menor que o IPCA.

A proposta também não apresenta uma solução para os deslocamentos em viagens e, por mais uma vez, posterga a discussão.

Em relação ao ano anterior, o faturamento do CPqD em 2014 terá um incremento de R$ 20 milhões. No entanto, apesar do acréscimo em suas receitas, a empresa diminuiu o número de trabalhadores com a demissão de funcionários mais velhos “de casa”. Por outro lado, a rotatividade dos trabalhadores mais novos é crescente, já que migram para outras empresas em busca de melhores salários.

Com a aprovação em assembleia, o novo ACT será registrado no Ministério do Trabalho e Emprego e ficará disponível para consulta no site do SINTPq.

Confira a galeria de fotos.

Confira vídeo da assembleia.

Leia mais ...

Serasa: inadimplência cai em novembro comparada a outubro

  • Escrito por
  • Seja o primeiro a comentar!

A inadimplência do consumidor caiu 1,2% em novembro ante outubro, segundo levantamento divulgado hoje (9) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve crescimento de 10,9%. No acumulado de janeiro a novembro deste ano ante o mesmo período de 2013, o índice fechou com elevação de 5,6%.

Segundo os economistas da Serasa, a alta da inadimplência em novembro deste ano, em relação ao mesmo mês do ano passado, decorre das maiores dificuldades do consumidor em pagar as suas contas em dia, tendo em vista os aumentos sucessivos das taxas de juros ao longo desse período e o enfraquecimento gradual do mercado de trabalho, com queda do nível de emprego em alguns setores, especialmente o industrial.

Por outro lado, o recuo da inadimplência em novembro, em relação ao mês de outubro, é explicado pela menor quantidade de dias úteis, 20 e 23, respectivamente, causando impacto principalmente no número de cheques devolvidos, pela segunda vez, por insuficiência de fundos.

O valor médio das dívidas não bancárias apresentou alta de 12,9% de janeiro a novembro deste ano em relação ao mesmo período de 2013. O valor médio dos cheques sem fundos e títulos protestados também teve crescimento de 6,3% e 0,8%, respectivamente. O valor médio da inadimplência com os bancos caiu 3,7%.

FONTE: Agência Brasil

Leia mais ...
Assinar este feed RSS