Menu

Comunicação

Amazul: Reuniões de negociação discutem campanha salarial 2015

Na última segunda-feira (09) foi realizada a segunda reunião de negociação da Campanha Salarial 2015 dos trabalhadores da Amazul para discussão dos itens econômicos da pauta de reivindicações.

Os representantes da empresa solicitaram o adiamento da discussão, pois o DEST (órgão controlador) ainda analisa as demandas apresentadas. Os diretores do SINTPq e os representantes eleitos dos empregados solicitaram à empresa quais itens estão em diálogo com o DEST, entre outras informações.  

Amanhã (12), acontece uma nova rodada de negociações. O SINTPq espera que a empresa apresente contrapropostas que atendam as demandas dos empregados.

Pesquisadores desenvolvem sensor capaz de detectar dengue antes dos primeiros sintomas

Pesquisadores do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP) e da empresa DNApta Biotecnologia, de São José do Rio Preto (SP), desenvolveram um biossensor capaz de detectar dengue antes de surgirem os primeiros sintomas da doença.

O dispositivo, criado durante um projeto de mestrado da estudante Alessandra Figueiredo e de um pós-doutorado realizado por Nirton Cristi Silva Vieira com Bolsa da FAPESP, foi desenvolvido no Grupo de Nanomedicina e Nanotoxicologia do IFSC-USP, coordenado pelo professor Valtencir Zucolotto, e no âmbito do Instituto Nacional de Eletrônica Orgânica (INEO) – um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) financiados pela FAPESP e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) -- pelo professor Francisco Guimarães.

E foi descrito em um artigo publicado na revista Scientific Reports, do grupo Nature.

“O biossensor é capaz de diagnosticar dengue com maior rapidez, menor custo e facilidade do que os testes laboratoriais existentes hoje”, disse Vieira, pós-doutorando no IFSC-USP e um dos autores do projeto, à Agência FAPESP.

A tecnologia do biossensor é baseada na detecção elétrica da proteína não-estrutural 1 NS1.

Esse tipo de proteína é secretada pelos quatro tipos de vírus da dengue (DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4) e encontrado em concentrações detectáveis no sangue de pessoas tanto com infecção primária (que contraíram a doença pela primeira vez) quanto secundária (a partir da segunda vez), do segundo até o nono dia após o início da doença.

Por isso, é considerada um excelente biomarcador de infecção pelo vírus da dengue, de acordo com Vieira.

“A vantagem de utilizar a proteína NS1 para detectar dengue é que é possível diagnosticar a doença mais precocemente, já no segundo ou terceiro dia após a infecção, uma vez que os sintomas da dengue só começam a aparecer, em média, a partir do sexto dia após a picada do mosquito”, disse o pesquisador.

Uma das formas usadas para detectar a proteína NS1 do vírus da dengue é por meio de anticorpos como a imunoglobulina G (IgG), obtidos por meio da fusão de linfócitos B provenientes do baço de animais imunizados com células de mieloma (linhagem tumoral de linfócitos B) ou extraídas do sangue de mamíferos inoculados com NS1.

O problema, contudo, é que o custo desse processo de fusão de linfócitos B é muito alto.

Já a quantidade de anticorpos obtida por meio do sangue de mamíferos inoculados com NS1 é muito pequena, ressalvou Vieira.

“O rendimento desse processo é muito baixo”, disse.

Fonte: Exame

 

Cidadão pode verificar via internet se empregador está depositando contribuições ao INSS

Os segurados da Previdência Social, que têm parte da contribuição ao INSS feita por um empregador, podem conferir se essas contribuições estão sendo feitas corretamente.

Basta consultar o Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis) no portal da Previdência Social por este link . É necessário informar o NIT/PIS/Pasep e a senha; que, por segurança, só pode ser retirada numa Agência da Previdência Social.

O atendimento para obtenção dessa senha deve ser agendado pelo página da Previdência Social na internet ou pela Central de Atendimento 135.

Os segurados correntistas do Banco do Brasil podem fazer a verificação nos caixas eletrônicos, pedindo um Extrato de Vínculos e Contribuições (opção 20 – outros extratos), e no portal bb.com.br. Já os clientes da Caixa Econômica Federal podem acessar o extrato por meio do internet banking e fazer a conferência.

Já o recolhimento do Fundo de Garantia por tempo de Serviço (FGTS) deve ser verificado na Caixa Econômica Federal.

Fonte: Ministério da Previdência Social

LinkedIn supera marca de 20 milhões de usuários no Brasil

O LinkedIn anunciou na última segunda-feira (9) que superou a marca de 20 milhões de usuários no Brasil. Com isso, o país fica em terceiro no ranking mundial de perfis da rede social profissional mundo todo, atrás apenas dos Estados Unidos e Índia.

Lançado em 2010 no Brasil, o LinkedIn tinha fechado 2012 com 10 milhões de usuários; número que saltou para 15 milhões no final do ano seguinte.

De acordo com a rede, o perfil dos usuários se diversificou bastante nestes cinco anos de presença no Brasil. Se no início o padrão eram usuários das áreas de TI e Telecomunicações, hoje esse leque está bem maior, incluindo setores como Educação, Recursos Humanos, Saúde e Bem Estar, Marketing, Construção e Finanças.

Além disso, vale destacar que a participação de mulheres aumentou consideravelmente no LinkedIn Brasil, passando de 31% para 45%.

Mundo

No total, a plataforma, que ganha dois novos usuários a cada segundo, possui aproximadamente 347 milhões de usuários no mundo todo.

Fonte: IDGNow

Assinar este feed RSS