Menu

Comunicação

MPT apresenta parecer favorável ao SINTPq em ação referente ao PAMSE

Nesta semana, o Ministério Público do Trabalho se manifestou com parecer favorável aos argumentos do sindicato na ação para garantir a continuidade do PAMSE. O órgão entendeu que a Amazul descumpriu a liminar que garante a vigência do atual Acordo Coletivo de Trabalho. Agora, a questão está nas mãos do desembargador responsável, que tomará sua decisão após avaliar o parecer e todos os demais elementos do processo.

Amazul celebra adesão ao BAS, mas realmente há motivo para comemorar?

Recentemente, a Amazul divulgou nota celebrando o que ela considera ser uma alta adesão ao BAS. Por outro lado, a empresa não menciona que não há previsão de reajuste no reembolso para os próximos anos.

Tem sido comum as operadoras de plano de saúde praticarem reajustes anuais entre 10% e 25%. Considerando o histórico da Amazul, não é difícil imaginar a empresa afirmando nos próximos anos que não corrigirá o reembolso "porque o SEST não autorizou". Caso esse cenário se confirme, em pouco tempo o BAS ficará inviável para boa parte dos usuários.

O SINTPq está aberto para negociar essa e outras questões do reembolso. Entretanto, para isso, o PAMSE precisa ser mantido como opção e a Amazul necessita demonstrar real interesse em ouvir os trabalhadores e trabalhadoras.

Assembleia no dia 20/10 define pauta de reivindicações

Como antecipado nesta semana, na próxima terça-feira (20) acontecerá a assembleia de deliberação da Pauta de Reivindicações 2021. O encontro será online, a partir das 19h, pelo Google Meet. O link para a assembleia já está disponível, basta acessar no dia e horário indicados: https://meet.google.com/hkq-dwtr-pjq

A participação de todos e todas é fundamental para a construção de uma pauta alinhada com os interesses dos funcionários. Participe e contribua convidando seus colegas.

ASSEMBLEIA DOS TRABALHADORES DA AMAZUL

Pelo presente edital, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Atividades (Diretas e Indiretas) de Pesquisa e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia de Campinas e Região - SINTPq, convoca todos os trabalhadores da AMAZUL – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A. lotados nos municípios de São Paulo e Iperó para que participem da assembleia geral extraordinária que será realizada virtualmente, pela plataforma Google Meet, no próximo dia 20 de outubro, às 19h00 em primeira convocação e não havendo quórum às 19h15 em segunda convocação, ambas com qualquer número de pessoas presentes para DISCUSSÃO e DELIBERAÇÃO sobre a seguinte pauta: 1) Discussão, deliberação e aprovação da Pauta de Reivindicação referente à Campanha Salarial 2021; 2) Discussão e deliberação para assembleia permanente; 3) Campanha de Sindicalização e 4) Outros assuntos.

Campinas, 16 de outubro de 2020.

José Paulo Porsani
Presidente SINTPq

Trabalhadores da Daitan recusam contraproposta para campanha salarial

Durante a assembleia na última terça-feira (13), os trabalhadores e trabalhadoras da Daitan debateram e optaram por recusar a contraproposta feita pela empresa. A assembleia contou com uma boa participação e novos encaminhamentos foram aprovados.

Confira abaixo alguns dos pontos que serão levados para reunião negocial:

• Reajuste nos salários e benefícios de acordo com o IPCA do período e acréscimo de 2%

• Resgate da previdência a partir de 3 anos para todos os empregados. No caso de profissionais desligados sem justa causa, o resgate poderá ser feito sem prazo específico, como ocorre hoje

• Licença paternidade de 30 dias, com estudo para que no futuro haja igualdade com a licença maternidade (formalizar compromisso)

• Ajuda de custo para os trabalhadores em home office feito de forma proporcional com base no valor de R$ 150,00

• Licença nojo de 5 dias úteis

• Incluir ascendente no estudo do modelo de assistência médica (formalizar compromisso)

O SINTPq agendará uma nova reunião com a diretoria da Daitan para debater as reivindicações feitas em assembleia. Conforme a negociação avance, os trabalhadores serão avisados.

Acompanhamento psicológico é fundamental durante tratamento do câncer de mama

O câncer de mama implica em muitos casos na retirada dos seios durante ou após o tratamento, quando há altas chances de desenvolvimento de um segundo câncer. Os seios, para a maioria das mulheres, estão diretamente ligados a autoestima, mas não somente a aspecto como a ideia de amamentação e maternidade. A mastectomia é um processo delicado e doloroso, não apenas fisicamente como também psicologicamente.

Um dos acompanhamentos recomendados para mulheres com câncer de mama, é o psicológico. Mesmo em casos onde o tratamento não precisa ser tão radical, a debilitação do corpo e incerteza do futuro afetam a psique das pacientes.

Em entrevista a UNA-SUS, Lizete Dickstein, psiquiatra e psicanalista do Serviço de Saúde Mental do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), comenta que um dos sintomas mais comuns é depressão. No entanto, as pacientes também podem apresentar um estado de angústia e negação da doença, principalmente nos primeiros estágios após a descoberta.

Apesar de acompanhamentos psicológicos particulares ainda terem um alto custo, o SUS oferece nas Unidades de Saúde Básica (UBS) tratamento gratuito. Caso haja necessidades, os psicólogos das UBS encaminham o paciente para outros especialistas que possam ajudar no tratamento. O SINTPq também disponibilizou uma lista de profissionais que fazem atendimento gratuito e podem auxiliar durante esse processo.

Prevenção

Quando identificado precocemente, o câncer de mama é tratado em seus primeiros estágios, o que facilita o processo de cura. O SINTPq reforça para as mulheres a importância do autoexame e mamografias anuais após os 40 anos.

Iniciativa do IDET traz novas possibilidades para os profissionais da categoria

Em 2019, juntamente com outras seis entidades, o SINTPq fundou o IDET - Instituto Popular de Desenvolvimento em Educação, Trabalho e Tecnologia. Utilizando conceitos como financiamento coletivo e economia solidária, o IDET visa o desenvolvimento de projetos que contemplam diferentes áreas, como TI, gestão administrativa, comunicação e capacitação.

O SINTPq e o IDET entendem que os profissionais da categoria têm muito a contribuir com a sociedade por meio de seus conhecimentos. Por isso, o instituto lançou um campo em seu site para que esses profissionais cadastrem seus perfis, habilidades e competências. O objetivo é fazer do IDET uma ferramenta com a qual esses profissionais possam compartilhar conhecimentos e desenvolver projetos de interesse coletivo.

No cadastro, os profissionais informam sua disponibilidade de trabalho (remunerado ou voluntário) e apresentam suas capacitações. Com essas informações, o IDET poderá planejar ações conjuntas com essas pessoas. Ideias para iniciativas não faltam:

  • ► Aplicativos e sistemas para otimizar cooperativas de agricultura familiar e projetos sociais
  •  Consultorias em segurança da informação para entidades sindicais
  •  Treinamentos em diferentes áreas
  •  Ações de cidadania em geral
  •  Iniciativas de preservação e conscientização ambiental

Além de cadastrar suas habilidades, os profissionais da categoria também podem sugerir projetos. Para isso, basta preencher um formulário explicando a ideia e informando se a iniciativa teria perfil voluntário ou remunerado. Se a sugestão for de interesse das entidades que compõem o IDET, a mesma poderá receber suporte e ser viabilizada.

Acesse o site do IDET e saiba mais sobre a iniciativa. Com a contribuição de todos, o instituto poderá beneficiar a categoria, sendo mais uma ferramenta de atuação profissional e compromisso social, e também a sociedade como um todo.

Assinar este feed RSS