Menu

Trabalhadores de todo o país realizam dia de luta contra a "reforma" da previdência

José Paulo Porsani, diretor do SINTPq, fala com trabalhadores durante paralisação nas obras do Sirius, em Campinas José Paulo Porsani, diretor do SINTPq, fala com trabalhadores durante paralisação nas obras do Sirius, em Campinas

Por todo o país, trabalhadores do campo e das cidades, de diversas categorias, e movimentos sociais e a população realizam uma série de atos e protestos nesta segunda-feira (19) contra as mudanças na Previdência que o governo ainda tenta aprovar. São greves, paralisações, manifestações e trancamento de rodovias, realizados por movimentos sociais, centrais sindicais e pela população.

Apesar de reduzidas as chances de aprovação, por conta da Intervenção Federal no Rio de Janeiro – que paralisa a tramitação de alterações constitucionais – os trabalhadores exigem a retirada definitiva da proposta que altera as regras das aposentadorias.

Na cidade de Campinas, houve paralisação e assembleia nas obras do Sirius, maior projeto da ciência brasileira. A mobilização foi promovida pelo Sindicato da Construção Civil, com participação do SINTPq e da Central Única dos Trabalhadores. Na Replan, refinaria da Petrobras localizada em Paulínia-SP, os petroleiros também paralisaram as atividades e realizaram protesto.

Em São Bernardo do Campo, ocorreu desde a madrugada até as primeiras horas da manhã passeata chamada pela Frente Brasil Popular, saindo da frente do Sindicato da Construção Civil. Também no ABC, motoristas de Santo André e Diadema bloquearam diversos terminais. Pistas de trólebus e vias das cidades amanheceram ocupadas pelos trabalhadores.

Em Guarulhos, na grande São Paulo, houve paralisação dos motoristas de ônibus das linhas municipais e intermunicipais, em empresas como Vila Galvão, Real Transportes, Viação Arujá e Viação Campo dos Ouros.

Na capital paulista, os movimentos fecharam trechos das rodovias Régis Bittencourt, no Km 274, e Dutra, no Km 214. metroviários distribuíram materiais em defesa da aposentadoria nas estações Jabaquara, Itaquera, Brás, Barra Funda, Luz, Tamanduateí e Capão Redondo. À tarde, seguirão para o ato na Avenida Paulista.

 

Limpeza Florianópolis
Paralisados, trabalhadores da limpeza urbana realizam assembleia em Florianópolis 

 

bancários pa
Bancários fecharam matrizes do Banpará e do Banco da Amazônia em Belém 

 

fortaleza
Samba da Unidos do Tuiuti anima manifestantes em Fortaleza 

 

Havan
Protesto em frente à sede da Havan em Santa Catarina denúncia dívida à Previdência 

 

Esquina Democrática
Manifestantes na Esquina Democrática, em Porto Alegre 

com informações e redação de Rede Brasil Atual e CUT

voltar ao topo