Menu

Assembleia no CTMSP esclarece dúvidas sobre o Dissídio de Greve

Na manhã de ontem, dia 19, o SINTPq conversou com os profissionais da Amazul em assembleia no CTMSP. Após o encontro, surgiram alguns questionamentos sobre um possível recesso da Secretaria de Dissídio Coletivo do TRT, responsável pelo julgamento do processo.

O jurídico do sindicato verificou que não haverá recesso na secretaria. As sessões normalmente acontecem semanalmente e são os desembargadores que decidem quais processos entrarão na pauta. No caso do dissídio da Amazul, o responsável por essa decisão será o Des. Rafael Pugliese, relator do processo.

Quando o julgamento do dissídio for posto em pauta, o tribunal intimará as partes por meio da imprensa oficial. Segundo o jurídico do SINTPq, normalmente a notificação ocorre com uma semana de antecedência. Portanto, haverá tempo hábil para que os funcionários se organizem para assistir o julgamento.

No dia 26 de junho, será a vez dos profissionais do CEA discutirem a campanha salarial. A assembleia acontece a partir das 9h, no auditório do Centro. Compareça e traga suas contribuições para o debate.

voltar ao topo