Menu

CPqD: Rodada negocial é concluída e nova assembleia acontece no dia 17/01

Os últimos detalhes da nova contraproposta do CPqD para a campanha salarial foram discutidos hoje, dia 10, em reunião entre as partes. Cumprida essa etapa, uma assembleia foi marcada para a próxima quinta-feira, dia 17, a partir das 8h. O encontro acontece no auditório do Centro e definirá a aprovação ou recusa das condições oferecidas.

O principal item debatido na reunião de hoje foi a assistência médica. Conforme informado anteriormente, as negociações viabilizaram mais um ano sem coparticipação no benefício. Dessa forma, até maio de 2020, os profissionais ativos serão isentos. A partir dessa data, até abril de 2021, a coparticipação será dividida igualmente (50%) entre funcionários e CPqD.

Para chegar até essas condições, algumas adequações foram necessárias. Um teto mensal nos custos da empresa com a coparticipação foi estabelecido em R$ 78 mil. Quando esse valor for superado dentro de um mês, o custo excedente será rateado entre os empregados. Em contrapartida, quando os custos ficarem abaixo de R$ 48 mil, a diferença se tornará um crédito a ser considerado nas negociações futuras.

Em relação ao adicional de 70% nas férias, a direção do CPqD retirou sua proposta de alteração. Os demais pontos da contraproposta seguem os mesmos. No dia 17 de janeiro, caberá aos trabalhadores e trabalhadoras decidirem o término ou continuidade da campanha salarial.

A direção do SINTPq considera os resultados da negociação positivos e dignos de aprovação em assembleia. É válido lembrar que a primeira contraproposta estabelecia o início da coparticipação em maio e o fim de outro benefício histórico. A recusa dos funcionários na última assembleia e a atuação do sindicato nas negociações foram fundamentais para as melhorias alcançadas.

Analise as informações, tire suas conclusões e manifeste sua opinião na assembleia. A participação de todos é fundamental neste momento.

voltar ao topo