Menu

Profissionais do CTC rejeitam dissídio coletivo

Em assembleia convocada para deliberar a instauração de dissídio coletivo na Justiça do Trabalho, realizada nesta quinta-feira (14), os funcionários do CTC rejeitaram a proposta do SINTPq para pôr fim a campanha salarial 2018/19. Foram 42 votos contrários e 19 favoráveis.

O processo pleitearia judicialmente a concessão dos benefícios reivindicados que foram negados pelo CTC, como licença maternidade de 180 dias, redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, Vale Alimentação de R$ 150,00, entre outros.

Com o resultado da assembleia, o SINTPq não acionará a justiça e seguirá aberto a novas negociações com a empresa.

voltar ao topo