Menu

CPQD: Funttel vai liberar R$ 50 milhões para projetos de blockchain e IoT

O PAR (Plano de Aplicação de Recursos) de 2020 a 2022 da Fundação CPqD, que integra a base de representação do SINTPq, receberá um importante aporte. Segundo matéria publicada no Uol/Portal do Bitcoin, o Ministério das Comunicações liberará R$ 50 milhões para projetos de desenvolvimento em blockchain e IoT. A liberação será feita via Funttel (Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações). A reportagem destaca ainda que, em julho do ano passado, o Ministério já havia liberado cerca de R$ 43 milhões para o PAR de 2019 a 2021 da fundação.

O projeto de tecnologia de registro distribuído é o IoT-Blockchain Fase 2. A iniciativa receberá cerca de R$ 2,7 milhões do total disponibilizado pelo Ministério. De acordo com o CPqD, o objetivo desse projeto é desenvolver componentes para plataformas de código aberto. Além disso, visa implementar aplicações seguras baseadas em blockchain.

Além do IoT-Blockchain Fase 2, os recursos serão utilizados em outros projetos da área de tecnologia. Um deles é a criação de uma plataforma 5G, que terá R$ 21 milhões do total do investimento aprovado.

Outro projeto é TeraNET Fase 2, com R$ 11 milhões à disposição. A iniciativa, segundo a assessoria, visa desenvolver sinais para implementação em circuitos integrados e dispositivos em fotônica integrada.

A Fundação também desenvolverá uma ‘Plataforma IoT’, focado em tecnologias para cidades inteligentes. O investimento é de R$ 13 milhões.

Por último, a fundação também alocará os recursos no projeto SemeAR, com foco na transformação digital de pequenos produtores do campo. O investimento é de R$ 2 milhões

Vale ressaltar que, conforme a publicação no Diário Oficial da União, a liberação dos valores previstos está condicionada à aprovação das Leis Orçamentárias Anuais.

voltar ao topo