Inflação mantém alta e índices chegam a 10%; Cesta Básica SP acumula 20%

09/09/2021

194df8014cc7359d17897937cd25ec68_l

Apesar de já acumular forte alta, a inflação subiu ainda mais em agosto e segue diminuindo o poder de compra dos brasileiros. Nos índices mensais, o IPCA subiu 0,87%, o INPC 0,88% e o IPC-FIPE, que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 1,44%. O acumulado dos últimos 12 meses chama a atenção nos três índices, passando dos dois dígitos no INPC (10,42%) e no IPC-FIPE (10,51%). Apenas o IPCA ainda segue abaixo dessa marca, com 9,68%. 

 

Inflação do mês - Julho/21

Inflação do mês - Agosto/21

Acumulado 12 meses - Agosto/21

IPCA

0,96%

0,87%

9,68%

INPC

1,02%

0,88%

10,42%

IPC-FIPE

1,02%

1,44%

10,51%

 

De acordo com o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), que pesquisa o valor da cesta básica nas capitais, a cesta do paulistano aumentou em 1,56% e chegou a R$ 650,50. Sendo a terceira mais cara do país. O acumulado dos últimos 12 meses é de 20,47%. Mais detalhes abaixo.

IPCA

Com o aumento do preço dos combustíveis, os transportes foram o grupo com a maior alta do mês, com 1,46%. Considerando apenas o índice do estado de São Paulo, a alta é de 1,79%.

O grupo Alimentação e Bebidas apresenta a segunda maior alta, com 1,39% no último mês. No estado de São Paulo a situação é ainda pior, o índice atinge 2,24%, o maior do país.

O terceiro grupo com alta de mais de 1% é o Vestuário. Apresentando 1,02% de aumento em relação a julho.

A conta de luz também é um item que preocupa os trabalhadores. Após a forte alta de 7,88% em julho, a energia elétrica subiu mais 1,10% em agosto.

INPC

O INPC sofreu alta de 0,88% em agosto, menor que o índice de 1,02% registrado em julho. Mesmo assim, atingiu a marca expressiva de 10,42% no acumulado dos últimos 12 meses.

Os grupos com maior alta também são Transportes (1,43%), Alimentação e Bebidas (1,29%) e Vestuário (1,03%).

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mede a inflação para famílias com renda de até cinco salários mínimos. Enquanto o IPCA é contabilizado considerando até 40 salários mínimos.

São Paulo – números de agosto de 2021 (DIEESE)

  • Valor da cesta: R$ 650,50.
  • Variação mensal: 1,56%.
  • Variação no ano: 3,02%.
  • Variação em 12 meses: 20,47%.
  • Produtos com alta de preço médio em relação a julho: batata (27,30%), banana (7,25%), açúcar refinado (4,35%), manteiga (3,04%), farinha de trigo (2,39%), pão francês (0,91%), café em pó (0,86%), tomate (0,75%), óleo de soja (0,63%) e feijão carioquinha (0,58%).
  • Produtos com redução do preço médio em relação a julho: arroz agulhinha (-1,46%), carne bovina de primeira (-0,78%) e leite integral (-0,39%).
  • Jornada necessária para comprar a cesta básica: 130 horas e 06 minutos.
  • Percentual do salário mínimo líquido gasto para compra dos produtos da cesta para uma pessoa adulta: 63,93%.