Menu

Campanha Salarial: Funcionários da Amazul aprovam pauta de reivindicações

Após assembleias com funcionários do CTMSP e CEA, os trabalhadores da Amazul deliberaram as reivindicações da campanha salarial 2020. Os encontros aconteceram nos dias 22 e 24 de julho, nas respectivas localidades.

Inicialmente, o sindicato busca manter os direitos já existentes. Com o fim da ultratividade dos acordos coletivos, benefícios correm perigo e o atraso nas negociações pode afetar os funcionários. Depois de amplo debate, os trabalhadores presentes deliberaram as seguintes demandas:

• Manutenção dos atuais benefícios
• Reajuste de IPCA + 3% de ganho real nos salários e benefícios
• Vale alimentação de R$ 600,00
• Pagamento do vale refeição em cartão eletrônico
• Criação de comissão de funcionários para participar das discussões sobre as mudanças no Plano Médico
• Cota de participação negocial correspondente a 4% de um salário-base (após conclusão da campanha salarial)

O sindicato iniciou a campanha salarial cinco meses antes de sua data-base, prevendo dificuldades na negociação. Pensando nisso, os funcionários presentes aprovaram o agendamento de novas assembleias em, no máximo, 60 dias para discutir o andamento da campanha salarial.

Ao longo dos últimos anos, funcionários Amazul perderam poder de compra devido a reajustes salariais abaixo da inflação. Esse assunto será julgado pelo Tribunal Superior do Trabalho por meio do dissidio coletivo, portanto, as perdas anteriores não farão parte da pauta de reivindicações. O julgamento no TST está marcado para o dia 12 de agosto.

Sem um sindicato atuante, as perdas para os funcionários da Amazul poderiam ser muito maiores. Como no caso da campanha salarial passada, quando a empresa propôs 0% de reajuste, mas o trabalho do SINTPq e a mobilização dos trabalhadores garantiu o INPC do período (2,05%).

Os custos do sindicato com as ações jurídicas e demais atividades negociais não devem ser bancados por poucos funcionários. Por isso, o SINTPq luta por uma maior representatividade dentro da empresa e pelo apoio financeiro de todos que se beneficiam da campanha salarial.

Durante assembleia, foi discutida a importância da sindicalização como forma de transmitir força ao SINTPq em suas negociações. Muitos trabalhadores estão demonstrando apoio ao sindicato, não somente financeiro, mas também com a participação assídua nas campanhas salariais. Após a reunião, novos funcionários se sindicalizaram e contribuíram com a meta de 30% de filiações na Amazul. Faça parte desse time e fortaleça a luta por melhores condições de trabalho.

voltar ao topo