Menu

Coronavírus: SINTPq propõe medidas para suspensão das atividades presenciais

Considerando os riscos e impactos causados pelo coronavírus, o SINTPq defende medidas emergenciais para proteger a saúde dos profissionais da categoria. Visando conter a propagação do vírus, o sindicato está entrando em contato com as empresas da base propondo as seguintes alternativas:

  • • Suspensão das atividades sem descontos nos salários e benefícios
  • • Implementação de trabalho home office em todos os setores possíveis
  • • Utilização do Banco de Horas para viabilizar a ausência dos funcionários

É importante lembrar que os riscos não dizem respeito apenas aos locais de trabalho. Profissionais que utilizam transporte público ficam ainda mais expostos ao se deslocarem para as empresas.

Outro ponto a ser ressaltado é a dificuldade imposta aos trabalhadores e trabalhadoras com filhos após a suspensão das aulas. Muitos profissionais sofrem para adequar a rotina familiar em um momento como este. Portanto, a suspensão das atividades presenciais é fundamental para a segurança e bem-estar dos empregados e suas famílias.

Caso as empresas julguem necessário, o SINTPq está aberto ao diálogo e negociação dos detalhes referentes à implementação das medidas preventivas. Muitas delas, inclusive, já fizeram isso e informaram ao SINTPq medidas para implementação de home office.

Funcionamento do sindicato

O SINTPq adotou o regime de home office, mas contará sempre com ao menos um funcionário e diretor em sua sede, na cidade de Campinas, para atender os trabalhadores e as empresas. Portanto, o horário de funcionamento segue das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Caso precise entrar em contato com o sindicato, utilize os seguintes telefones e WhatsApp:

  • (19) 3256-3358 - Sede SINTPq Campinas
  • (19) 97416-5418 - Comunicação SINTPq
  • (19) 99731-0336 - José Paulo Porsani - Presidente do SINTPq
  • (11) 97144-3850 - Régis Carvalho - Secretário Geral do SINTPq | São Paulo

Assista o pronunciamento do presidente do SINTPq, José Paulo Porsani, e fique por dentro da situação do coronavírus na categoria.

 

voltar ao topo