Menu

Amazul: Contribua com o SINTPq na defesa da assistência médica

Mais uma vez, a Amazul atropela o diálogo e o respeito aos trabalhadores em suas decisões. O PAMSE poderia continuar existindo até 31 de dezembro de 2021, mas a empresa insiste em impor uma mudança em plena pandemia e, ao mesmo tempo, terceiriza a responsabilidade do benefício oferecido aos seus trabalhadores. O SINTPq não aceitará as imposições da Amazul e tomará as ações necessárias em relação a isso.

Envie para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. todos os comunicados referentes ao plano médico enviados pela Amazul, de forma coletiva ou individual, e todos os comprovantes de eventuais prejuízos causados pela mudança. Essas informações e documentos serão cruciais na luta contra mais esse desmando da empresa.

Apesar do clima de aflição e ansiedade que essa terceirização de responsabilidade tem causado, é preciso ter em mente que as ações devem ser tomadas no tempo certo, com frieza e planejamento.

Há anos, o SINTPq tem se colocado contra os desmandos dos dirigentes da Amazul e de seus ataques. Não faltaram processos de dissídio coletivo, greves e ações judiciais. Não será agora que a empresa agirá livremente impondo retrocessos aos trabalhadores e trabalhadoras.

Novamente, o sindicato destaca que todas as medidas tomadas terão os sócios como prioridade, pois são eles que bancam essas ações e são os responsáveis pelo financiamento da instituição. Venha junto nessa luta, sindicalize-se.

voltar ao topo