Amazul: SINTPq consegue vitória no TRT em ação contra o fim do fretado em Aramar

A decisão referendou a vitória que já havia sido alcançada na primeira instância

04/08/2022

O SINTPq e os profissionais da Amazul alcançaram mais uma importante vitória na tarde de hoje, dia 4 de agosto. Em votação unânime, os desembargadores do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) julgaram de forma favorável a ação contra o fim do transporte fretado no CEA (Centro Experimental Aramar), movida pelo sindicato em 2019. No julgamento, o sindicato foi representado pela advogada Thaís Cremasco, que realizou uma competente sustentação oral.

A decisão de hoje referendou a vitória que já havia sido alcançada na primeira instância. A sentença determina o retorno do fretado e o ressarcimento dos prejuízos sofridos pelos trabalhadores. A empresa ainda pode recorrer ao TST (Tribunal Superior do Trabalho), mas o SINTPq buscará garantir o cumprimento imediato da sentença.

Mesmo que a Amazul consiga adiar o cumprimento ao recorrer no TST, o jurídico do sindicato segue confiante com o desfecho positivo na última instância. Isso porque já houve vitórias em duas instâncias, que contaram, inclusive, com decisão unânime.

Apesar do resultado ainda não ser definitivo, o SINTPq e todos os seus diretores e diretoras terminam o dia de hoje com o sentimento de dever cumprido. Mais uma vez, todos os esforços necessários foram e estão sendo empenhados na defesa dos trabalhadores e trabalhadoras da Amazul.

Sem o trabalho feito até aqui, juntamente com a Advocacia Cremasco, os desmandos da Amazul passariam impunes, sendo engolidos em seco por seus funcionários. O sindicato existe justamente para ser esse contraponto e proteger seus representados.